Telefone: (11) 3888-1414

Rua Vergueiro Ver Localização

7 fev

Faça uma pesquisa e economize na hora de contratar seguro-auto

banner site mito 01 Faça uma pesquisa e economize na hora de contratar seguro auto

Os seguros foram inventados há mais de 4 mil anos para que pessoas que não desejam correr algum tipo de risco possam repassá-lo a uma empresa que ficará responsável pelo seu gerenciamento e pelo pagamento de eventuais indenizações. Alguém que não quer correr o risco de perder um carro em caso de furto ou então que não deseja ficar sem a casa devido a um incêndio pode contratar uma seguradora que terá a obrigação de ressarcir o prejuízo do cliente caso um evento desse tipo aconteça.

A seguradora, por sua vez, usa estatísticas históricas para calcular qual é a probabilidade de ocorrer cada um desses eventos negativos, reúne um grupo de pessoas interessadas em não correr esses riscos, cobra de cada uma delas uma mensalidade ou anuidade e usa esses recursos para indenizar aqueles que realmente tiverem algum problema. O grupo de segurados, portanto, rateia entre todos a conta de eventuais sinistros, pagando cada um uma taxa de valor conhecido que seja suficiente para cobrir os prejuízos das pessoas que venham a ter problemas.

Os seguros são divididos em três categorias: de bens (cobre danos com incêndio ou alagamento de uma casa, furto o roubo de veículos, etc.), de pessoas (seguro de vida, de acidentes pessoais, de saúde, etc.) e de responsabilidade (de crédito, etc.). No Brasil, os seguros mais comuns são os de saúde, de veículos e de imóveis. Os seguros de automóveis podem incluir coberturas básicas (colisão, incêndio, roubo, etc.), de prejuízos causados a terceiros (quando o acidente envolve outro veículo, por exemplo) e outros serviços (assistência 24 horas, serviço de guincho em caso de acidente, carro reserva e até coberturas de consertos em sua residência, como encanador ou eletricista).

O custo de um seguro de automóvel varia muito – e depende de vários fatores. Um deles é o perfil do condutor. Jovens de 18 a 25 anos, por exemplo, pagam mais caro porque se envolvem mais em acidentes, segundo as estatísticas das seguradoras. Se alguém mora em um endereço onde há muitos furtos de veículos, provavelmente o serviço vai custar mais caro. Já carros que possuem rastreador e que ficam estacionados apenas dentro de garagens pagam seguros mais baratos porque também é menor o risco de que o veículo seja levado por ladrões e não seja mais encontrado.

Outro fator que influencia muito no custo é qual seguradora vai prestar o serviço. Cada uma dessas empresas possui um banco de dados próprio que estima qual é a possibilidade de que ocorra um sinistro – furto ou acidente, por exemplo. Quando uma seguradora percebe que é alto o risco de ter de pagar indenização se fizer um seguro de um Volkswagen Golf dirigido por um jovem de 20 anos, por exemplo, ela geralmente não rejeita a prestação de serviço, mas, ao invés disso, joga o preço do seguro lá para cima de forma que os valores pagos por um grupo de motoristas possam cobrir os prejuízos com danos futuros. É por isso que pesquisas mostram que os preços de seguros equivalentes podem variar mais de 200% de uma seguradora para outra. E é por esse mesmo motivo que vale muito a pena pesquisar preços antes de contratar o serviço.

Fonte: Info Money

Papel das ouvidorias no seguro e saúde suplementar
Atuação do Corretor diante da Legislação Vigente
Melhoria no atendimento ao consumidor pelas operadoras de planos de saúde
ANS incentiva ação sobre qualidade de vida junto às operadoras

Sem respostas.

Responder